top of page

AZONASUL INGRESSA COM AÇÃO JUDICIAL CONTRA AUMENTO DE PEDÁGIOS.



A Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul) anunciou ontem (3) sua decisão de ingressar com uma ação judicial questionando os aumentos recentes nas tarifas de pedágio. As tratativas iniciaram em meados de dezembro, logo após o anúncio do reajuste.


Com o respaldo de sua assessoria jurídica, a Azonasul informa que está em fase avançada de elaboração dos procedimentos legais para contestar os valores aplicados nas praças de pedágios da região, controladas pela empresa concessionária Ecosul. Nos próximos dias, a entidade dará início a demandas judiciais em busca de esclarecimentos e definições sobre a legitimidade e legalidade desses reajustes.


Segundo o advogado Gladimir Quiele, representante legal da Azonasul e diretor da CDP Consultoria em Direito Público, a iniciativa visa a suspensão temporária da cobrança, enquanto se avalia a conformidade desses aumentos com a legislação vigente. "Estamos empenhados em garantir que qualquer alteração nas tarifas de pedágio seja realizada dentro dos parâmetros legais e em benefício da comunidade. Nosso objetivo é garantir equidade e transparência nesse processo", afirmou o advogado.


O secretário executivo da entidade, Henrique Feijó, reitera o comprometimento permanente da Azonasul em defender os interesses coletivos e buscar soluções que atendam não apenas à empresa, mas também à sociedade, primando pela justiça e pelo cumprimento das normativas legais.


Para mais informações e atualizações sobre este processo, a Azonasul se mantém à disposição da imprensa e do público em geral.

43 visualizações0 comentário

留言


bottom of page