CICLO DE LIVES COREDE SUL 30 ANOS – CONECTADO COM O DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO SUL MARCA O TRIGESIMO.



ACESSE AQUI A LIVE


Para marcar os seus 30 anos de atividade o Corede Sul realizará de março a dezembro um ciclo de lives com temas estratégicos focados no desenvolvimento da Região Sul como Turismo, Agroindústrias, Infraestrutura, Inovação, Integração Regional, entre outros. Estes eventos contam com o apoio da AZONASUL- Associação dos Municípios da Zona Sul e patrocínio do BRDE - Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul além de diversos parceiros por área temática.

De acordo com o Presidente do COREDE-SUL, Ronaldo Maciel, “O atual contexto de distanciamento social nos impulsiona a inovar na forma de promover a participação dos atores regionais e locais na discussão e definição de alternativas ao enfrentamento das crises econômica e sanitária, identificando os desafios a serem vencidos e as potencialidades regionais que possam contribuir para a retomada do processo de desenvolvimento. O nosso principal objetivo é proporcionar novos espaços de participação cidadã e de discussão democrática sobre o desenvolvimento da Região Sul.”


O Ciclo inicia com a temática “Turismo como vetor do Desenvolvimento Regional” com a palestra da Gestora de Projetos de Turismo do Sebrae RS, Jussara Cruz Argoud responsável pela coordenação do projeto de Posicionamento e estratégias para o turismo na Costa Doce Gaúcha que contou com ampla pesquisa realizada pelo IPM-UNISINOS

Para a construção deste projeto foram realizados cruzamento de dados e um processo de cocriação com agentes da região explica Jussara Argoud. O Resultado foi a consolidação de um posicionamento turístico para a Costa Doce Gaúcha, bem como a definição de estratégias e ações capazes de dar materialidade a este posicionamento, finaliza a Gestora do SEBRAE RS instituição que apoio esta live.


A live terá como moderadora a vice presidente do Corede Sul e Presidente do COMUDE – Conselho Municipal de Desenvolvimento do Município de São Lourenço do Sul, Selma Vilela e será transmitida ao vivo pelas Redes Sociais do Corede Sul (Facebook e Youtube) dia 15 de março, as 17 horas com espaço para perguntas dos participantes.


Confira outros títulos que farão parte do Ciclo de Lives “Corede Sul – 30 anos”:

O RS e os cenários pós pandemia;

As novas agroindústrias;

SPGG e a Infraestrutura para o desenvolvimento da Região Sul

O BRDE e os programas de financiamento para o desenvolvimento regional;

Aliança e Cooperação para o Desenvolvimento regional

Os indicadores municipais de desenvolvimento – ODS;

O Programa Inova RS e a importância dos Ambientes de Inovação para o desenvolvimento da Região;

A Azonasul e o Consórcio Público do Extremo Sul

COREDE-SUL – 30 anos de atuação e

SOBRE O COREDE SUL

O Conselho Regional de Desenvolvimento da Região Sul do Estado, que adotou a sigla COREDE-Sul, foi constituído no segundo semestre de 1991, numa conjuntura histórica muito peculiar. O Congresso Nacional acabara de promulgar uma nova Constituição e a sociedade brasileira buscava implementar as mudanças nela incluídas, que abriam portas à chamada democracia semidireta. Particularmente, em nosso Estado, registrava-se forte mobilização de diferentes agentes sociais nessa direção. Esta mobilização encontrou eco no Governo eleito em 1990, que propôs, então, a constituição de Conselhos Regionais de Desenvolvimento, concebidos como instâncias nas quais os agentes sociais politic amente organizados pudessem debater e decidir sobre que opções de desenvolvimento consideravam como mais apropriadas para cada uma das regiões do Estado.


Ao longo de sua existência, o COREDE-Sul consolidou-se como instância fundamental para a construção de uma nova consciência de desenvolvimento regional sustentável, promovendo a inclusão de representações de segmentos sociais e econômicos até então alijados dos processos decisórios sobre políticas públicas.

Entre as conquistas do COREDE-SUL na área do Turismo, destaca-se a inclusão do turismo regional nos Planos Plurianuais Estadual e na aprovação, por meio dos processos de Consulta Popular, de recursos financeiros nas Leis Orçamentárias Anuais, para a execução de projetos de:

- Sinalização Turística dos municípios da Região da Costa Doce;

- Qualificação de Recursos Humanos para o fortalecimento do turismo;

- Construção de pórticos municipais;

- Eventos Turísticos: sendo o mais destacado o evento regional “II Grito da Águas” para a promoção do turismo regional sustentável;

- entre outras demandas regionais.

7 visualizações0 comentário