top of page

Encontro de prefeitos debate dificuldades



Foto: Rodrigo Chagas

Foto: Rodrigo Chagas

Foto: Rodrigo Chagas

Foto: Rodrigo Chagas

Foto: Rodrigo Chagas

Foto: Rodrigo Chagas

Foto: Rodrigo Chagas


Às vésperas de comemorar seu aniversário de 60 anos, no ano que vem, a Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul) volta a se reunir em Piratini, cidade em que a entidade foi fundada em 1964. Na próxima segunda os prefeitos se reúnem no Centro de Eventos, em meio à programação da Semana Farroupilha, para discutir os desafios enfrentados pela região e os impactos dos fenômenos climáticos, como a estiagem de verão e as enxurradas dos últimos ciclones.

Outros pontos que serão discutidos pelos gestores da região é a crise financeira dos municípios, causada pela queda nos repasses do ICMS e dívidas com previdência, além da impossibilidade de pagamento de pisos salariais, a impossibilidade de coparticipação dos municípios no programa Mais Médicos e a defesa da emenda constitucional que cria um adicional de 1,5% no Fundo de Participação dos Municípios.

“A pauta principal é essa: recursos. Recursos para poder resolver todos os problemas que estão nos acontecendo, a redução das perdas com o ICMS e tudo mais”, sintetiza o presidente da Azonasul, Marco Antonio Vasques (UB), prefeito do Chuí.

O encontro também será uma oportunidade de celebrar os 59 anos da Associação, fundada em 20 de setembro de 1964, quando será lançado o selo 60 Anos Azonasul.

Além dos prefeitos, o encontro terá a presença do presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski. Ex-prefeito de Mariana Pimentel, na região metropolitana de Porto Alegre, Ziulkoski lidera a entidade municipalista há 20 anos, e idealizou a Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios.

Fonte: Diário Popular

27 visualizações0 comentário
bottom of page