VINICIUS PEGORARO TRATA DO GGI ZONA SUL EM PORTO ALEGRE.



Dados de furtos e roubos que não foram comunicados aos órgãos oficiais de polícia e informações sobre sensação de segurança dos habitantes das 22 localidades que integram a Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul) poderão ser objetos da pesquisa que o Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Região Sul pretende contratar para auxiliar na elaboração de políticas públicas regionais. O assunto foi pauta da audiência mantida na manhã desta quinta-feira, em Porto Alegre, entre o presidente da entidade, Vinicius Pegoraro, prefeito de Canguçu e os responsáveis pelo GGI do Estado, Guilherme Pacífico e Elliege Teixeira.


As pesquisas de vitimização constituem ferrramentas recentes na política de segurança pública e estão alicerçadas nas subnotificações, mantendo pouca correspondência com a realidade.

Conforme Pegoraro, a ideia é buscar apoio financeiro, via Estado, para a realização do trabalho.



“O GGI Regional é uma iniciativa inédita e acreditamos que ações desencadeadas serão determinantes para a prevenção e repressão aos temas de segurança pública. “Os dados levantados e trabalhados pelo grupo estão conectados com a necessidade de produção de informações que atenderão diretamente as instituições de segurança pública, seus profissionais e os estudantes e pesquisadores do tema”, explica.

5 visualizações0 comentário